Home
História da Quadrangular
Cultos on-line
Pedidos de oração
Diaconato
Louvor e adoração
Estudos Bíblicos
Galeria Fotos

Radio Ieqpalmira

Facebook

Fale conosco

Em memória Pr. Jonas da Lapa

Localização



Cultos On-line - Texto

Continue a lutar, o Senhor é contigo


Juízes 8:22-23

22 Os israelitas disseram a Gideão, "Reine sobre nós! você, seu filho e seu neto, pois você nos libertou das mãos de Midiã".
23 "Não reinarei sobre vocês", respondeu-lhes Gideão, "nem meu filho reinará sobre vocês. O Senhor reinará sobre vocês. "

A Bíblia nos mostra qual é o caminho da prosperidade, ou seja, ter êxito e felicidade em nossa família, profissão, ministério. A prosperidade verdadeira está totalmente ligada ao trabalho que desempenhamos. Ninguém prospera sem esforço, dedicação e luta.
O povo de Deus sempre recebeu instruções para trabalhar. Portanto, se você quer ser uma pessoa próspera, prepare-se para trabalhar!
Tem pessoas que querem fazer de Deus o servo delas. Não querem trabalhar, querem que Deus trabalhe por elas. “Deus me dá isso”; “Deus faça aquilo”, e que quando Deus não as atende, ficam magoadas, decepcionadas e não vão mais a igreja, abandonam o ministério, fazem birra com Deus. Essas pessoas esperam receber tudo de Deus sem lhe oferecer absolutamente nada.
Gideão era um homem comum, por isso chegava a achar-se inferior as pessoas das outras tribos. Tem muita gente como Gideão que se sente que sua vida é insignificante.
E devido a este sentimento, buscam justificar seus fracassos assim: “Eu não consigo trabalhar”; “Não sou capaz; não tenho o dom”; “Sou o menor da minha casa”, etc.
Gideão estava indignado porque tudo que ele plantava era roubado. E por isso Gideão escondia o pouco que tinha. No versículo 11, é possível observar que Gideão estava escondido, o que nos permite compreender que ele também tinha medo dos midianitas chegarem e destruírem tudo de novo, afinal foram aquela opressão já durava muitos anos, eles estavam cada vez mais empobrecidos.
É nesse cenário de uma pessoa indignada, revoltada e com medo, que Deus se manifesta e faz de um fracassado um poderoso guerreiro.
Tem muitas pessoas  que se sentem como Gideão que acham que não servem para nada. Ai Deus vem e se manifesta e diz: “Você pode porque Estou com você ”.
Então, Gideão ouve o anjo do Senhor lhe dizer "Você é corajoso, e o Senhor está com você!" (Juízes 6:12).
Muitos não conseguem porque não tem fé e não querem trabalhar.
Deus disse a Gideão: Eu vou com você nessa guerra, mas primeiro arruma a sua casa e acaba com toda idolatria dela, mas não é fácil destruir a idolatria da nossa casa. Temos tempo para tudo, mas não reservamos um tempo para nos reunir e orar em família. Gideão, foi corajoso e obediente, derrubou o altar idólatra de seu pai, aguentou firme a repercussão que gerou, quase foi morto, mas Deus o livrou e recebeu a bênção de Deus para começar a livrar seu povo dos inimigos.
Gideão se preparou para atacar os midianitas. Convocou o povo e 32mil soldados se alistaram. Mas dentre este exército, somente 300 homens foram aprovados por Deus para lutarem contra um exército de 135 mil soldados armados.
Qual foi o sentimento de Gideão ao saber que somente trezentos homens iriam lutar contra um exército tão poderoso?
Gideão separou os trezentos guerreiros em três grupos de 100. Gideão confiou que a sua força não era o armamento e sim Deus que estava nessa luta com ele.
Deus deu a estratégia mais improvável ao pequeno exército de Gideão. Cada um dos trezentos homens tinha uma trombeta e um jarro de barro com uma tocha. Vencer aquele enorme exército dos midianitas seria um completo exercício de fé total em Deus. Gideão disse ao povo que todos os homens deveriam tocar as trombetas e quebrar os jarros quando ele fizesse o sinal, e assim foi. Todos tocaram as trombetas e quebraram os jarros ao redor do arraial do midianitas, gerando um barulho imenso, de forma que parte dos midianitas e amalequitas se assustaram e fugiram e outros mataram uns aos outros por acharem que eram seus inimigos (Juízes 7:15-25).
Nas batalhas espirituais não existem regras e sim fé. Você só se lança no desafio e vai na fé, pode até não entender o que Deus manda falar e fazer, mas você obedece.
Obedeça sempre o que Deus manda Fazer. Quando Deus disser para ir, não se preocupe e apenas creia, pois a vitória já foi dada a você.
Depois que o Senhor desbaratou o arraial midianita, Gideão e seus homens perseguiram os que conseguiram fugir. O pequeno exército de Gideão passou o rio Jordão e seus homens estavam cansados e famintos, então chegaram a uma cidade chamada Sucote e ali Gideão pediu que alimentassem seus soldados, afirmando que estava no encalço dos reis midianitas Zeba e Salmuna.
Os príncipes de Sucote escarneceram, zombaram de Gideão e disseram a ele: Você já venceu?” Não, então não tem pão. Gideão ficou muito bravo e disse: “Pois quando o SENHOR der na minha mão a Zeba e a Salmuna, trilharei a vossa carne com os espinhos do deserto, e com os abrolhos.” (Juízes 8:7). Não foi uma ameaça, foi uma promessa.
Gideão não desanimou e olha para toda dificuldade e limitação e diz: “Eu vou vencer essa guerra e depois volto aqui para dar uma sova em vocês.”
Quantos de nós em nossas lutas quando buscamos ajuda recebemos um sonoro não.
Gideão apenas creu e obedeceu a Deus. O problema é que a nossa falta de fé queremos sempre uma resposta de Deus. E o que precisa ser feito é somente obedecer às orientações de Deus.
Depois da vitória o povo viu que Deus estava com Gideão. E disseram: “Reina sobre nós” e Gideão diz: "Não reinarei sobre vocês", respondeu-lhes Gideão, "nem meu filho reinará sobre vocês. O Senhor reinará sobre vocês".

Gideão poderia dizer “Eu sou o cara e Deus é comigo”. Quem reinou sobre o povo foi o Senhor. E Gideão e o povo teve paz por quarenta anos.
O povo de Deus deve estar unido em momento de guerra e juntos lutar pela paz e alegria.
Em suas batalhas nunca deixe suas limitações e o medo tomar conta do seu coração. Tenha fé que Deus tem um plano para que você nunca mais seja oprimido.
 As pessoas estão buscando na igreja coisas espetaculosas e Deus esta atrás de pessoas que abram o seu coração para que o Espírito Santo faça morada. E o resto o Senhor vai capacitar, fortalecer e fazer todas as coisas na sua vida.
Deus nos ensina que Ele deseja nossa felicidade, mas para que isso aconteça  exigira de nós: fé, muito trabalho, esforço e dedicação.
Não desanime se em suas lutas as pessoas não lhe estão lhe ajudando, apenas creia que o Senhor está contigo e vencerá todas as batalhas e o inimigo não roubará mais a  sua colheita, a sua paz e a sua felicidade.
A palavra de Deus nos ensina que Ele quer que todos sejam felizes e tenham paz.
No final da história Gideão diz: eu só quero de vocês os brincos. Ela pega todos os brincos (20kg de ouro) ele faz uma capa sacerdotal. E o povo faz daquela capa um objeto de idolatria.
Uma coisa que parecia tão inocente serviu de tropeço para Gideão e para toda a sua casa, veja: “E fez Gideão dele um éfode, e colocou-o na sua cidade, em Ofra; e todo o Israel prostituiu-se ali após ele; e foi por tropeço a Gideão e à sua casa.” (Juízes 8:27). 
O povo ficou feliz com a vitória contra os inimigos, mas não aprendeu o que Deus queria deles.
Você está feliz? Pega a botija e a trombeta e vai à luta que o Senhor está contigo.
A mensagem nos ensina que devemos trabalhar e que Deus vai nos honrar e abençoar.
Toda guerra requer o esforço individual e que possamos entender quais são ordens de Deus. E saibam que o Senhor vai se manifestar na hora certa e que possamos confiar no Senhor plenamente. Que saibamos que a vontade Deus é que tenhamos alegria e paz.
Que sejamos trabalhadores, obedientes, e tenhamos fé que o Senhor está a nossa frente. E que sejamos como Gideão e possamos enfrentar todas as batalhas da vida e desfrutar de toda alegria e paz.

Igreja do Evangelho Quadrangular do Jd. Palmira e Pari.
Pastor Marlon Góes. (05 de Maio de 2019)