Home
História da Quadrangular
Cultos on-line
Pedidos de oração
Diaconato
Louvor e adoração
Estudos Bíblicos
Galeria Fotos

Radio Ieqpalmira

Facebook

Fale conosco

Em memória Pr. Jonas da Lapa

Localização



Cultos On-line - Texto

Jesus quer curar, libertar e ensinar


Mateus 5:1-12

1 Vendo as multidões, Jesus subiu ao monte e se assentou. Seus discípulos aproximaram-se dele,
2 e ele começou a ensiná-los, dizendo:
3 "Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o Reino dos céus.
4 Bem-aventurados os que choram, pois serão consolados.
5 Bem-aventurados os humildes, pois eles receberão a terra por herança.
6 Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos.
7 Bem-aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia.
8 Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus.
9 Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus.
10 Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos céus.
11 "Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa os insultarem, perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês.
12 Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a recompensa de vocês nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês".

O tempo do ministério terreno de Cristo foi contemporâneo do domínio do império romano. A desigualdade social era extrema, pouquíssimas pessoas eram ricas e multidões viviam abaixo da linha da pobreza, sem o básico para viver.
Jesus ensinou, curou, libertou multidões em meio a esse caos. Mas, vale ressaltar que a pobreza não se restringia ao físico, e sim aos valores morais sociais, familiares e espirituais.  
Viver num ambiente assim, facilmente leva as pessoas à buscarem somente o seu favorecimento próprio. Cada um buscando sobreviver á sua maneira.
Será possível ser feliz sendo egoísta?
Tantos séculos se passaram e parece quase nada mudou. Pode-se notar que até mesmo dentro de igrejas, é fácil encontrar pessoas individualistas, arrogantes e avarentas. Pessoas que só buscam a Deus para ter o que desejam, pessoas que nem ao menos querem aprender do Senhor.
Quanta miséria moral, social e ética! Quanta desigualdade social!
Não adianta dizer: “Deus olhe por essas pessoas”; “Só Deus para acabar com a miséria do mundo”. Na verdade, cada um de nós pode ser um instrumento de Deus para ajudar a acabar com a miséria, seja ela de qual natureza for. Deus usa as pessoas para manifestar a Sua boa, perfeita e agradável vontade.
As pessoas pedem a Deus para restaurar casamento, a família e a sociedade, mas não pedem para ajudar a mudar a sua mentalidade e comportamento.
Jesus está diante de uma sociedade que necessita de uma transformação. Uma multidão acompanhava Jesus em busca de milagres e cura. Jesus curava, libertava e os ensinava. Um tripé muito importante para crescer no nosso relacionamento com Deus.
Por que Jesus nos ensina? Jesus nos ensina porque somos nós que iremos fazer. A transformação da sociedade é de nossa responsabilidade por isso precisamos aprender com o Senhor como colocar em prática a realização dessa tarefa tão árdua.
 Conhecimento é transmitido através da palavra! Através do conhecimento adquirido, vem a fé, e por meio da fé podemos agradar a Deus. 
Deus nos dá alternativas para seguir nossa vida. Deus não vai te libertar de um atormentador se você não perdoar.
Muitas pessoas estão na igreja porque querem ser felizes só com ação de Deus e sem ação delas.
Todos nós precisamos aprender crescer em conhecimento e no relacionamento com Deus. Muitas pessoas querem a Presença, mas não querem pagar o preço.
Algumas pessoas querem a Presença de Deus de qualquer jeito, mas o Senhor não se manifesta de qualquer maneira.
O Senhor tem que mudar o que necessita ser mudado. Todos nós precisamos ser ensinados por Deus.
Jesus sobe no monte e começa a ensiná-los. Jesus sabia do anseio do coração deles. E Ele continua sabendo do que se passa em nosso interior.
O Sermão do Monte iniciou-se com uma mensagem de alegria a um povo oprimido e sem esperança. Jesus apresenta uma esperança viva, porém, o discurso endurece logo em seguida. 
3 "Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o Reino dos céus. Pobres de espírito: são aqueles que reconhecem que precisam de Deus. Eles precisavam reconhecer que eram necessitados espiritualmente. As pessoas que se acham autossuficientes acreditam que não precisam de Deus.
O Reino de Deus se manifesta dentro de nós. O Reino de Deus só vem, se você reconhecer que precisa dele. O Reino de Deus vem como herança, e o governo de Deus põe a tua casa em ordem.  E a partir daí você passa a ter clareza nas tomadas de decisões,  esperar o tempo certo, e a fé, esperança e a sobriedade para poder lidar com situações de crise.
Quando o reino de Deus está dentro de nós nada tira a nossa paz. A única coisa que põe a casa em ordem é o Reino de Deus.
4 Bem-aventurados os que choram, pois serão consolados. Para algumas pessoas chorar é demonstração de fraqueza, mas Jesus nos ensina que devemos chorar. Através do teu choro vem o consolo. Quem haveria de consolar os que choram? Os que choram serão consolados por Aquele que tem o reino dos céus. É Ele quem enxugará todas as lágrimas!

5 Bem-aventurados os humildes, pois eles receberão a terra por herança. Humildade (virtude de reconhecer as suas próprias limitações); não é trazer o problema de todo mundo para sua vida, mas saber qual é o seu limite.

Qual é o teu limite? A tua capacidade de produzir? Quando você não tem condições, precisa saber pedir ajuda. Tem coisas que não podemos fazer sozinhos. É preciso ser humilde para entender tudo isso.
Para as pessoas que se acham autossuficientes pedir ajuda é uma coisa impossível de se fazer. Todos nós precisamos de pessoas para dividir as tarefas. Ninguém consegue ter controle sobre tudo. Os humildes herdarão a terra.
6 Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos. Com tantas frentes ideológicas em nosso país, como saber qual é certa ou errada?
Só a palavra de Deus nos mostra a verdadeira fonte de justiça.  Precisamos entender e saber o que é certo e ou errado e por em prática. Tem muita gente tendo fome e sede só da justiça própria.
7 Bem-aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia. Assim como perdoamos somos perdoados. Você quer perdão? Então aprenda a perdoar primeiro. Felizes e bem aventurados os misericordiosos, os que perdoam os pecados dos outros

8 Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus.
9 Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus. O cristão procura sempre a paz, os herdeiros de Deus são pacificadores.
10 Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos céus. Sofra por estar fazendo o certo. Se alegre por estar fazendo certo. Nunca abra mão dos seus princípios. Nunca negocie a unção de Deus.
Não bastava só curar e libertar. Jesus precisava ensinar aquelas pessoas que elas que iriam mudar a sociedade. Para isso ocorrer elas precisavam entender os ensinamentos de Jesus e sofrer essas mudanças primeiro.
Que possamos entender esses ensinamentos de Jesus para nos tornamos pessoas melhores. Entender que somos totalmente dependentes do senhor. Por em prática a humildade, generosidade, misericórdia, sermos puros de coração e livre de qualquer influencia ideológica.
E se formos perseguidos por viver esse ensinamento não importa, porque o Senhor é conosco.

Igreja do Evangelho Quadrangular do Jd. Palmira e Pari.
Pastor Marlon Góes. (02 de Junho de 2019)