Home
História da Quadrangular
Cultos on-line
Pedidos de oração
Diaconato
Louvor e adoração
Estudos Bíblicos
Galeria Fotos

Radio Ieqpalmira

Facebook

Fale conosco

Em memória Pr. Jonas da Lapa

Localização



Cultos On-line - Texto

 

Obras da Carne ou Fruto do Espírito?

Gálatas 5:16-23
16 “Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.
17 Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis.
18 Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.
19 Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia,
20 Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,
21 Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas “os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus”.
22 Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
23 Contra estas coisas não há lei.
24 E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.
25 Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito.
26 Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.”

Esse ensinamento é duro, mas é bênção para nossa vida. Precisamos entender porque Paulo dá ênfase no fruto do Espírito para as igrejas da Galácia.
A Galácia era uma região formada por cidades do interior e como todo povo do interior gostava de novidades.
Gostar de novidade pode ser um perigo, porque podemos esquecer daquilo que é certo e abraçar ideias equivocadas.
Muitas pessoas gostam de provar de tudo, achando que não há problema, porém, certas experiências podem nos levar a um caminho sem volta.
Muitos vícios começam quando queremos experimentar. Muita gente começa com um pouquinho de bebida alcoólica, maconha, cocaína e o resultado final é a dependência que leva a morte. Começa com um olhar, uma piscada, uma paquera, quando menos se percebe já está envolvido em um relacionamento extra conjugal,  por exemplo.
Muitas pessoas são mortas porque experimentaram. Muitos estão experimentando prostituição, relacionamento extraconjugais, desonestidade, mentira, etc.
Esse experimentar só tem levado às pessoas à destruição e Paulo sabia disso. Para deixar de experimentar é preciso tomar uma decisão.
As sementes do Evangelho, lançadas entre os Gálatas, produziram bons frutos. Foi dentre eles que surgiram os discípulos  Timóteo e Gaio.
Paulo evangelizou os gálatas e ganhou muitas pessoas para Jesus. O povo creu no Senhor e foram cheios do Espírito Santo.
Mas outros “líderes” também passaram pela igreja de Galátas. E o povo quis experimentar os seus ensinamentos.
Esses ensinamentos errôneos diziam: que a salvação era pela lei de Moisés e não era pela graça, amor e favor de Deus, e sim pelas obras que as pessoas produziam.
A carta de Paulo aos gálatas ataca com força a doutrina falsa que alguns cristãos judeus estavam ensinando, pela qual tentavam obrigar os cristãos a obedecer a lei que Deus havia dado aos israelitas, no Velho Testamento. 
Nós pecamos o tempo todo e se fôssemos viver pelas obras seríamos condenados com toda certeza.
Se fosse pelas obras nunca seríamos salvos porque não somos bons, nossos pensamentos, nossas atitudes não são boas.
Quantas vezes você mentiu, você falou que ia e não foi, falou que ia pagar e não pagou?
Paulo questiona a igreja de Gálatas : Quando preguei vocês crerem e o espírito de Deus foi derramado sobre vocês, e por que agora vocês acham que são salvos pelas obras?
Paulo ensina o povo de Gálatas para que eles se encham do Espírito e produzam o Seu fruto e assim possam trilhar o caminho certo.
Paulo começa a carta dizendo: “Admira-me muito, como de pressa vocês esqueceram tão rápido os ensinamentos”.
Todo ensinamento que você tem aprendido do Senhor tem mudado a sua vida?
Paulo diz: Tão rápido ensinei e hoje já esqueceram tudo?
Paulo ensina que devemos andar no Espírito e recusarmo-nos a satisfazer os desejos pecaminosos de nossa carne. Ele nos diz que estamos em uma guerra que o Espírito deve vencer
As obras da carne são: “19 a imoralidade sexual, a impureza, as ações indecentes, 20a adoração de ídolos, as feitiçarias, as inimizades, as brigas, as ciumeiras, os acessos de raiva, a ambição egoísta, a desunião, as divisões, 21as invejas, as bebedeiras, as farras e outras coisas parecidas com essas”
Isso tudo é resultado do alimento da carne.
Na "mente carnal", a vontade do homem torna-se suprema.  Seus desejos têm que ser atendidos acima de todas as coisas.
Você tem se alimentado a sua carne ou seu espírito?
Paulo não deixa dúvida, todas às pessoas que cometem tais coisas: ‘não herdarão o reino de Deus”. É o controle de Deus agindo dentro de nós. O governo de Deus dentro de nós.
Quando estamos cheio de confusão dentro de nós, mas se buscarmos  o Senhor, Seu governo nos organizará de dentro para fora.
As pessoas sem o governo de Deus nunca terão paz, equilíbrio e não encontrarão a felicidade.
Paulo escreve essa passagem para a igreja porque eles estavam se achando pessoas boas e que suas obras seriam suficientes para salva-los.
Devemos obedecer às leis de Deus, senão nos entregaremos a carnalidade. Sem regras não há limites.
Precisamos que Cristo nos justifique pela fé e não pelas obras, porque pelas obras já estamos condenados.
Os frutos do Espírito são: 22” o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, 23a humildade e o domínio próprio.”
Em nossa comunhão com Deus encontramos o amor, a alegria e a paz. O reino de Deus entra em nós e temos alegria coisa que não tínhamos.  A presença de Deus nos traz paz.
Não precisamos das coisas materiais para termos alegria. O reino de Deus nos traz a alegria natural. Alegria é uma característica do povo de Deus porque o seu reino está dentro de nós.
Se você não tem alegria é porque está alimentando a sua carne e não o seu espírito.
Se você não tem paz, é porque está alimentando a sua carne e não o seu espírito.
A palavra de Deus é soberana e poderosa. Ela ensina que quando nos enchemos das coisas do Espírito de Deus teremos amor, alegria, paciência, generosidade e paz.
Se encha do Espírito de Deus e experimentará dos frutos do Espírito Santo.
Quando o povo de Deus se enche do Espírito Santo se preocupa, cuida e abençoa o próximo.
Quando estamos cheio do Espírito Santo estamos cheio de amor, alegria, paz, fidelidade e domínio próprio.
A decisão é sua: Você vai se encher do fruto do espírito ou do fruto da carne?
Você pode enganar as pessoas, mas a Deus nunca enganará. A sua falta de paz e alegria é a falta do alimento do espírito de Deus.
Você pode dizer que crê, mas a suas atitudes práticas mostram o contrário.
Você precisa se alimentar do fruto do Espírito Santo de Deus.
A manifestação do reino de Deus precisa ser real e concreta dentro de você, senão você vai dizer que o evangelho não é verdadeiro e eficaz. E acreditará que será salvo pelas obras e não pela graça.
Para se encher do espírito de Deus precisa se alimentar das coisas espirituais e não carnais.
Qual vai ser a sua decisão?
Se não se decidir, não terá paz, paciência, gentileza, generosidade, não terá domínio próprio enfim não será salvo. versículo 21: ". . . a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus
Não deixe ser enganado e manipulado pela religiosidade.
Jesus morreu por você para sua salvação, para você herdar o reino de Deus.
O reino de Deus está dentro de nós.
O Senhor quer te organizar de dentro para fora. Mesmo que você não encontre tudo que  deseja, mas terá paz, alegria e amor.
O amor faz parte do fruto do Espírito de Deus. O fruto é produzido de nossa comunhão e do nosso relacionamento com Deus.
A felicidade é algo que temos que produzir e transparecer e só o povo de Deus pode fazer isso. Mas precisamos encher-nos da palavra de Deus.
Deus quer te fortalecer e te abençoar com essa mensagem.
Se você não está tendo paz, alegria e força, pare de alimentar a tua carne e passe a alimentar o teu espírito.
Ninguém é bom. É pela graça de Deus que somos salvos.
A pessoa que não permite ao Espírito mudar totalmente sua vida e remover tal carnalidade não receberá o prêmio da salvação e viver eternamente com Deus. Devemos ser transformados de dentro para fora (Romanos 12:1-2)
O Espírito e a carne são inimigos naturais. O cristão verdadeiro cultiva o fruto do Espírito.

Igreja do Evangelho Quadrangular do Jd. Palmira e Pari.
Pastor Marlon Góes. (17 de Setembro de 2017)