Home
História da Quadrangular
Cultos on-line
Pedidos de oração
Diaconato
Louvor e adoração
Estudos Bíblicos
Galeria Fotos

Radio Ieqpalmira

Facebook

Fale conosco

Em memória Pr. Jonas da Lapa

Localização



Cultos On-line - Texto

 

Buscas as coisas que são de Deus ou o próprio Deus?

João 7:37-39
"37 O último dia da festa era o mais importante. Naquele dia Jesus se pôs de pé e disse bem alto:
— Se alguém tem sede, venha a mim e beba. 38 Como dizem as Escrituras Sagradas: “Rios de água viva vão jorrar do coração de quem crê em mim”.
39 Jesus estava falando a respeito do Espírito Santo, que aqueles que criam nele iriam receber. Essas pessoas não tinham recebido o Espírito porque Jesus ainda não havia voltado para a presença gloriosa de Deus."

Essa mensagem se inicia com a seguinte indagação: Você está satisfeito com sua vida cristã?
Existem inúmeras pessoas professando sua fé em Jesus Cristo e estão vivendo uma vida de insatisfação espiritual.
Isso é contraditório ao evangelho de Jesus Cristo, porque todos aqueles que procuram a Deus e vivem uma vida de acordo com a vontade do Senhor sentem alegria na alma. Independente das dificuldades encontradas são pessoas satisfeitas.
Então, porque muitos dizem estarem insatisfeitos?
No mês de junho e julho é comemorada as festas de São João em todo Brasil. Uma tradição que perpetua por muitos e muitos anos.
Muitos dizem que essa festa comemora a colheita. Agradecimento a Deus pela fartura que Ele nos concedeu. As bandeiras e o fogo têm um simbolismo religioso. Hoje vemos muitas pessoas dando vazão a essas comemorações por serem culturais.
A palavra de Deus nos ensina que ao Senhor damos toda Honra, toda Glória e Louvor. O Senhor não divide a glória dEle.
Se nós fazemos a Deus, a festa de São João não deveria ser comemorada pelos cristãos.
Então, porque ainda tem igrejas cristãs comemorando o chamado arraial gospel?
Vivemos uma vida de insatisfação porque não obedecemos a Deus.
Precisamos permitir que o Evangelho do nosso Senhor Jesus Cristo nos transforme de verdade para que não vivamos uma cultura que não nos pertence mais.
Como dizer: que “nova criatura sou”, e continuar praticando algo velho?
Agindo assim, na teoria somos uma coisa e na prática outra. Entenda porque tantas pessoas vivem uma vida de insatisfação.
Como uma pessoa aparenta ser honesta e na prática é corrupta?
Como uma pessoa diz que é boa e na prática faz coisas ruins?
As pessoas dizem que são boas porque não fazem o mau. Enquanto que a Bíblia nos ensina que somos maus por não fazer o bem. Princípios que precisam ser bem claros na vida do cristão.
Por isso servir, orar, interceder é um ato de bondade para com o próximo. Muitas pessoas querem estar na igreja só para pedir, receber e serem servidas.
Se você não faz algo bom pelo outro, continuará vazio.
A letra mata e o Espírito vivifica. 2 coríntios 3:6  “6 O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica.”
Se não praticarmos a palavra de Deus tudo será em vão.
As pessoas estão insatisfeitas porque não tem vontade e sede de Deus.
A Bíblia nos diz que Ele está pronto para: “derramar água sobre o sedento, e rios sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade, e a minha bênção sobre os teus descendentes.” (Is 44:3)
Quem não tem sede deita-se ao lado do rio e não bebe dele. Mas quem tem sede é capaz de buscar o rio até encontrar, ele não desiste. Sabe que Deus o guiará a águas profundas e lá o Senhor saciará sua sede.
As pessoas vão às festas juninas, gastam seu dinheiro com essas festas pagãs, mas não vão ou investem na casa de Deus.
Por isso elas se encontram vazias e insatisfeitas espiritualmente.
E muitas vezes buscam a Deus de maneira equivocada. Não querem a Deus, mas querem o que é de Deus.
Nossa alma necessita ser preenchida pela presença de Deus caso contrário será uma pessoa vazia e mesmo estando na igreja continuará insatisfeita.
Todos nós somos ruins, só somos bons se obedecemos ao Senhor.
Podemos estar “obedecendo” a uma crença, a uma tradição, a um sentimento, a uma cultura. Podemos nos tornar escravos das nossas práticas, se formos fiéis a elas mais do que somos fiéis a Deus e a sua palavra.
Na passagem acima Jesus Cristo confronta num simples gesto. O texto diz: “37 O último dia da festa era o mais importante.”
A Festa dos Tabernáculos, era a mais alegre e mais longa de todas as festas bíblicas. “Era uma celebração da graciosa provisão de Deus para os israelitas no deserto, ao término da colheita do ano”.
Nessa festa, o povo levava muitas ofertas ao Senhor, e muitos animais eram sacrificados no Templo. Nas noites havia banquetes, danças, cânticos e muita alegria mesmo. Como eles eram agradecidos a Deus! Havia um cerimonial de águas corrente (comemorando a provisão de águas no deserto, Nm 20:2-13). Nos tempos do N.T., os judeus tinham o costume de carregar água do poço de Siloé e despejá-la numa bacia, posta ao lado do altar do sacrifício, todos os dias da festa. 
Na comemoração os sacerdotes levavam as ofertas e dízimos e cantavam o Salmo 113 “1 Louvai ao SENHOR. Louvai, servos do SENHOR, louvai o nome do SENHOR. Seja bendito o nome do Senhor, desde agora para sempre. Desde o nascimento do sol até ao ocaso, seja louvado o nome do Senhor. Exaltado está o Senhor acima de todas as nações, e a sua glória sobre os céus...”
Como comparar essa festa com a festa dos dias de hoje?
Olha o que se fazia e o que se faz hoje?
No último dia de festa, Jesus pois se de pé e disse: “Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva”.
Jesus queria dizer que assim como a água mata a nossa sede, Ele é a água que mata a nossa sede de Deus, ou seja, através de Jesus conhecemos mais de Deus.
Na época em que o povo vivia no deserto, Moisés feriu a rocha e os judeus iriam ferir a Jesus.
Assim como Moisés bateu na rocha, Jesus seria ferido para jorrar “rios de água viva”.
Quando estamos com sede logo buscamos saciá-la com água, mas mesmo que venhamos a tomar copos e copos de água, o nosso corpo sempre terá a mesma necessidade. Mas é justamente por isso que Jesus simboliza o Espírito Santo com rios de água viva, porque essa tal água é diferente.
Jesus estava falando sobre o Espírito Santo que viria no Pentecostes. Essa água de Jesus iria fluir como rios. Isso quer dizer que por onde esse rio passar a terra seca torna-se produtiva, as plantas e animais terão vida.
Jesus representa o Espírito Santo como à água que nos limpa, nos purifica, e nos refrigera de todas as impurezas do mundo. O Espírito Santo é a verdadeira água viva que flui do nosso interior. Não existe outra fonte, não existe outra água tal qual a própria fonte eterna. 
Todos nós precisamos nascer de novo, da água e Espírito (que representa o ar).
Jesus é água que mantém nosso corpo hidratado, o pão da vida e o ar que nos dá vida.
O apóstolo João esta dizendo agora tem o Espírito que irá lhe abençoar e através da sua vida muitos outros serão abençoados.
Uma vida cristã em que não há esse fluir não tem o Espírito de Deus. Precisamos buscar mais a presença do Senhor para que estejamos cheios do Espírito Santo de Deus.
Somente o  jorrar de Deus na nossa vida torna-nos pessoas satisfeitas enquanto a água oferecida pelo mundo nos torna pessoas insatisfeitas.
Se você está insatisfeito espiritualmente não queria culpar a Deus.
Você quer manter a cultura mundana que o Reino de Deus já lhe ensinou que é preciso mudar.
Todas as festas que não exaltam o Senhor nosso Deus não são abençoadas. Não queira maquiar, manipular as coisas abençoadas de Deus por coisas pagãs. Saiba diferenciar o que é de Deus e o que é do mundo.
A maior sede do ser humano é a sede da alma, é a sede de Deus.
Jesus está nos convidando... “Se alguém tem sede...” 
Talvez você tenha sede por um carro novo, uma casa, um emprego melhor, pela fama, mas a maior sede do ser humano é a sede da alma, é a sede de Deus.
Jesus está dizendo: “Eu posso saciar a sua sede”. Jesus é a única fonte que sacia nossa sede.
Tenha sede de Deus e não daquilo que Deus possa fazer por você.
Não queira ter um relacionamento de interesse com Deus. Busque a Deus de todo coração, tenha sede do amor de um relacionamento verdadeiro com o Senhor.
Quer estar satisfeito? Beba somente da água do Senhor. A satisfação verdadeira somente encontrará no Senhor.
Você só terá forças para lutar contra as dificuldades da vida se estiver satisfeito espiritualmente.
Não viva uma vida de insatisfação. Beba da água do Senhor.
Não precisa fazer bandeirinhas, fogueira só manifeste sua gratidão pelo o amor e a misericórdia de Deus.
Quando cremos em Jesus Cristo o Espírito Santo vem sobre nós jorra e depois flua.
Onde o rio de Deus passar tudo será transformado.
O que tem fluído de você: Reclamação, murmuração, lamentação ou louvor, adoração e agradecimento?
Que a alegria que o Espírito de Deus flui em nós seja alcançada por todas as pessoas ao nosso redor.
Quem está insatisfeito jamais vai fluir e produzir algo de bom.
Quando estamos satisfeitos espiritualmente, nada nos impedirá de adorar o Senhor, porque do nosso interior flui rios de água viva.
Se você ainda não tomou da fonte da salvação, Jesus quer saciar a sede de sua alma.
Jesus quer abençoar você.  Jesus é a única fonte de toda a benção, então queira beber dessa água abençoada.

Igreja do Evangelho Quadrangular do Jd. Palmira e Pari.
Pastor Marlon Góes. (25 de Junho de 2017)