Home
História da Quadrangular
Cultos on-line
Pedidos de oração
Diaconato
Louvor e adoração
Estudos Bíblicos
Galeria Fotos

Radio Ieqpalmira

Facebook

Fale conosco

Em memória Pr. Jonas da Lapa

Localização



Cultos On-line - Texto

Cura para o medo de confrontos

Gênesis 32:1-11  

­1 “Jacó também seguiu o seu caminho, e anjos de Deus vieram ao encontro dele.
2 Quando Jacó os avistou, disse: "Este é o exército de Deus! " Por isso deu àquele lugar o nome de Maanaim.
3 Jacó mandou mensageiros adiante dele a seu irmão Esaú, na região de Seir, território de Edom.
4 E lhes ordenou: "Vocês dirão o seguinte ao meu senhor Esaú: assim diz teu servo Jacó: Morei na casa de  Labão e com ele permaneci até agora.
5 Tenho bois e jumentos, ovelhas e cabras, servos e servas. Envio agora esta mensagem ao meu senhor, para que me recebas bem".
6 Quando os mensageiros voltaram a Jacó, disseram-lhe: "Fomos até seu irmão Esaú, e ele está vindo ao seu encontro, com quatrocentos homens".
7 Jacó encheu-se de medo e foi tomado de angústia. Então dividiu em dois grupos todos os que estavam com ele, bem como as ovelhas, as cabras, os bois, e os camelos,
8 pois assim pensou: "Se Esaú vier e atacar um dos grupos, o outro poderá escapar".
9 Então Jacó orou: "Ó Deus de meu pai Abraão, Deus de meu pai Isaque, ó Senhor que me disseste: ‘Volte para a sua terra e para os seus parentes e eu o farei prosperar’;
10 não sou digno de toda a bondade e lealdade com que trataste o teu servo. Quando atravessei o Jordão eu tinha apenas o meu cajado, mas agora possuo duas caravanas.
11 Livra-me, rogo-te, das mãos de meu irmão Esaú, porque tenho medo que ele venha nos atacar, tanto a mim como às mães e às crianças”.

Existem pessoas que produzem em nós tantos sentimentos ruins que procuramos nos afastar para evitar confrontos.
Na maioria das vezes se afastar dos conflitos não irá resolver o problema. É preciso saber, ou melhor, aprender a lidar com os confrontos.
É preciso se libertar desses medos. O que não se deve fazer é se privar do convívio com as pessoas por causa dos conflitos.
O medo do confronto afasta as pessoas umas das outras. É necessário buscar a sabedoria e a estratégia certa com toda orientação de Deus para resolvermos essas situações.
Se você tiver bom ânimo já estará propenso para enfrentar todos seus medos dos confrontos nos relacionamentos.
O texto da palavra de Deus fala de uma crise no coração de Jacó.  Já havia vinte e um anos que Jacó saira fugido da casa dos seus pais com medo do seu irmão Esaú, porque Jacó tinha enganado seu irmão Esaú, como a intenção de “roubar” a bênção da primogenitura. Esaú, quando percebeu que fora enganado, quis se vingar e prometeu matar o irmão, o que acabou não aconteceu porque Jacó fugiu da presença dele.
Jacó era um pastor de ovelhas e Esaú guerreiro.
Por vinte e um anos, Jacó viveu longe de sua família e durante todo esse tempo ele casou, teve filhos, constituiu uma grande família e tornou-se uma pessoa próspera conquistando um  patrimônio considerável.
Apesar de todas as suas conquistas, Jacó não estava no lugar onde ele deveria estar. Havia uma promessa de Deus a Jacó.  Jacó era o escolhido de Deus.
Depois de tantos anos longe, agora chegara o momento de Jacó voltar para casa e para isso ele precisava saber lidar com seus conflitos e seus medos.
Era o momento de encarar o problema, a hora de voltar e resolver os conflitos com seu irmão Esaú.
Durante todo esse tempo tente imaginar como ficou o coração de Jacó. Com certeza Jacó deveria estar com saudades de seus pais, familiares do seu povo da comida e da sua casa.
Jacó  sabia que quando voltasse poderia ser morto pelo seu irmão. E por vinte e um anos ele teve de lidar com esses sentimentos.
E chega o momento que Deus diz: Jacó está na hora de você voltar. Nem sempre é confortável fazer aquilo que Deus nos manda fazer.
Existem desafios que o Senhor nos chama e nos convoca e na maioria das vezes não nos sentimos preparados para executá-los. Mas Deus sempre nos capacita!
Jacó estava com medo do conflito com seu irmão, então como Jacó poderia voltar para casa do seu pai? O que fazer para acalmar o coração do seu irmão?
Jacó tentou comprar Esaú com seus bens, mas Esaú já não era o mesmo homem que Jacó conhecia, e ele desdenhou dos presentes. Esaú apenas queria se reconciliar com seu irmão.
Muitos pais pensam e agem como Jacó e querem comprar os seus filhos. Quando surge um conflito acham que um presente resolve tudo.  São pais que não querem enfrentar de frente o problema.
Jacó não creu que Deus tinha preparado o coração de Esaú e que o Senhor ia estar na frente de todas as coisas. Se Deus mandou Jacó voltar era porque o Senhor já tinha preparado tudo de bom para o encontro entre eles.
Essa passagem bíblica nos ensina que se Deus nos manda perdoar uma pessoa devemos perdoar porque Deus já preparou o coração daquela pessoa.
Deus quer derrubar todas as barreiras que impeça a reconciliação nos relacionamentos.
A reconciliação libera todo remorso, dor, e sentimentos ruins do nosso coração.
Precisamos entender que o processo de cura leva certo tempo. Você pode perdoar alguém, mas o esquecimento e o resgate da confiança pode não ter efeito imediato.
Não podemos deixar o medo impedir a reconstrução dos relacionamentos. É preciso dar o primeiro passo.
O texto da palavra de Deus diz “7 Jacó encheu-se de medo e foi tomado de angústia.”. Esses são dois sentimentos podem ser paralisantes para se resolver conflitos.
A angústia gera em nós enfermidade. Quem é que consegue viver bem com um aperto no peito? Como resolver um conflito angustiado?
Jacó tinha que lidar com esse grande conflito. No Hebraico crise significa: dores de parto.
Tem momentos na nossa vida que a angústia e o medo nos impedem de resolver problemas e conflitos. E isso é como dores de parto que você não vê a hora de chegar ao fim. Parece ser um sofrimento que nunca acaba e gera em nós angústia e sofrimento.
Será possível parir sem qualquer dor ou desconforto? Não é possível!
Na cultura japonesa quando as pessoas passam por uma crise, primeiramente elas pensam o que elas precisam mudar dentro delas para poder resolver a situação.
Enquanto que em nossa cultura, queremos que os outros mudem. Achamos que sempre o problema está no outro.
O povo japonês tem a capacidade de mudar em um momento crítico e tirar algo de bom, construtivo e saudável.
Eles não ficam remoendo o problema, enfrentam e avaliam a melhor maneira para mudar e resolver essa situação.
Por que sempre achamos que a crise é algo negativo?
Estamos vivendo nessa semana momentos de crise, e muitas pessoas veem essa realidade como uma coisa ruim.
Isso pode ser um alerta para uma mudança em nosso país.
Nas urnas podemos mudar esse país e que a partir do próximo governo as coisas possam melhorar.
O que nós precisamos fazer e mudar para que as coisas possam melhorar? Sem transferir, aos governos e outras pessoas?
Muitos dizem: “Ainda vai ficar pior”. Elas não fazem nada para melhorar. Não adianta ficar só reclamando e falando mal. A mudança deve começar por nós.
Estamos vivendo uma crise e o que devemos fazer para mudar e melhorar a situação?
Jacó voltou para casa ele e teve a oportunidade de viver uma nova história.
A crise serve para determinar o que é preciso mudar, e onde é que estou errando!
Jacó fica com medo e só acalma seu coração quando teve a certeza que Deus estava com ele.
Você tem medo de lidar com conflitos porque não acredita que Deus está com você.
E não é preciso lutar com Deus como Jacó fez. Só te largo se o Senhor me abençoar.
Jacó Luta com Deus Gênesis 32:22-26 “22 Naquela noite Jacó levantou-se, tomou suas duas mulheres, suas duas servas e seus onze filhos para atravessar o lugar de passagem do Jaboque. 23 Depois de havê-los feito atravessar o ribeiro, fez passar também tudo o que possuía. 24 E Jacó ficou sozinho. Então veio um homem que se pôs a lutar com ele até o amanhecer. 25 Quando o homem viu que não poderia dominá-lo, tocou na articulação da coxa de Jacó, de forma que lhe deslocou a coxa, enquanto lutavam. 26 Então o homem disse: “Deixe-me ir, pois o dia já desponta”. Mas Jacó lhe respondeu: “Não te deixarei ir, a não ser que me abençoes”.
Não precisa nada disso, porque Deus já deu o seu Espírito só precisa crer.
Você não precisa comprar, pagar ou presentear para ter paz. Só precisa confiar que Deus está na frente de todas as decisões tomadas.
Quando Deus está diz: Perdoa, se reconcilia, converse e resolva todos os conflitos. Devemos confiar, só assim resolveremos nossos conflitos.
O primeiro princípio da fé é: Deus que te protege, senão crer nisso, vai crer em que?
Ao lidar com as crises podemos ver o quanto somos limitados.
Muitas vezes só fazemos essa reflexão quando estamos em um velório e olhamos para uma pessoa morta em um caixão. Paramos para pensar que todos nós passaremos por isso.
Nós precisamos saber lidar com nossos maiores medos. E nós só teremos força para isso se Deus estiver conosco.
Tem coisas que nos trazem tanto medo e pavor e Deus quer nos libertar!
Numa crise todos somos iguais.
Ore: Senhor nos faz crer que o Senhor está comigo em tudo para não ter medo de nada. Ajude na minha fraqueza, para que eu não me encha com sentimentos ruins que irá me impedir de  poder lidar com os conflitos e as emoções.
Entenda esse principio abençoado o Senhor estará sempre conosco. O Senhor disse a Jacó volta que você estará bem com sua família.
Quando Deus nos manda dar um passo é porque Ele já preparou o caminho.
Imagine, o medo de Jacó chegando perto de Esaú. Mas Esaú corre para Jacó, que se abraçam e choram muito alto e longamente.
Quando Deus diz para você dar o primeiro passo para reconciliação tenha fé que o Senhor já preparou tudo e esse será o passo da sua transformação.
Primeiro você muda por dentro e verás as mudanças das pessoas ao seu lado.
Igreja do Evangelho Quadrangular do Jd. Palmira e Pari.
Pastor Marlon Góes. (27 de Maio de 2018)